EX-PREFEITO JOSÉ AUGUSTO NÃO TIRA O CHAPÉU PARA NINGUÉM EM PROGRAMA DE RÁDIO


O médico José Augusto Freitas, pré-candidato a Prefeito de Anguera pelo partido PODEMOS, participou do quadro “PRA QUEM VOCÊ TIRA O CHAPÉU?”, no consagrado programa Silvério Silva, neste domingo (07/06), na Rádio Sociedade News, de Feira de Santana.

José Augusto foi recebido pelos apresentadores Paulo Silva e Silvério Segundo, ambos filhos do âncora Silvério Silva. Dos 6 nomes apresentados, o ex-prefeito de Anguera por três mandatos,  e pré-candidato nas eleições 2020, não tirou o chapéu para nenhuma das personalidades.

Confira abaixo os nomes apresentados e as considerações feitas por José Augusto.


MAURO VIEIRA

Porque não temos nenhuma afinação política e nem pessoal. Somos adversários políticos e não tenho porque tirar o chapéu pra ele. Ele não é merecedor.


PRESIDENTE DA CÂMARA DOS DEPUTADOS, RODRIGO MAIA

Eu acho que ele não é merecedor. A lava jato que o diga. O Congresso Nacional deveria ser conduzido de outra maneira. Não por interesses pessoais, e sim, interesses nacionais. Primeiro deve estar o Brasil. E nós sabemos que a maioria puxa a sardinha pra si, não são todos, existem exceções. Mas deveria olhar a população carente que precisa de apoio total do Congresso Nacional. 


DEPUTADA FEDERAL LÍDICE DA MATA

Não tenho nada de pessoal contra Lídice da Mata. Conheço ela desde o tempo de movimento estudantil, da esquerda, aonde ela combatia diretamente o sistema autoritário. Respeito muito ela, mas não tenho porque tirar o chapéu. Não temos afinidade e nem aproximação, apesar de que é uma boa pessoa, mas não tenho afinidades.


ATUAL PREFEITO FERNANDO BISPO

Tem que ser dita a verdade. Fernando Bispo é sabedor disso, politicamente ele está morto em Anguera. Fernando estava excluído pelo próprio grupo dele, aí conversamos e fizemos uma proposta entre eu e ele para marcharmos juntos durante um certo período nas eleições de 2016 e durante as andadas iria se fazer uma pesquisa para ver quem estava em melhor condição perante a opinião pública. Em verdade, Fernando estava excluído pelo ex-prefeito, o qual você citou a poucos instantes, ele lançou o atual vice-prefeito como candidato a prefeito dois anos antes das eleições, porque era o pai dele, mãe, que era isso e aquilo, que devia todos os favores, que é o que é hoje agradece a Moisés. Aí lançou o cara e de repente preferiu Moisés, que ele diz que é amigo dele, em prol de Fernando Bispo. Ele viu que ele ia ser derrotado e, por isso, ele tirou o Moisés da jogada e colocou o Fernando. Eu e Fernando, juntos, nós iríamos derrubar ele, o candidato dele. Aí ele retirou a candidatura de Moisés Couto e teve que engolir Fernando. Em verdade, ele e Fernando é como gato e rato. Agora mesmo, recentemente, ele tentou induzir Fernando Bispo a renunciar ao cargo de prefeito. Ia ser uma coisa que ia servir de chacota a nível nacional. Ele queria que Fernando Bispo renunciasse ao cargo de Prefeito para aventurar ser candidato a vice na chapa dele, pra Moisés assumir a Prefeitura e eles tomar conta da prefeitura, porque com Fernando Bispo na Prefeitura eles não tem essa oportunidade. Eles queriam isso. Mas Fernando, como o direito lhe assiste, ele foi eleito para gerenciar o município por 48 meses, ele não renunciou, frustrou eles. Causou uma frustração no grupo a não renuncia de Fernando. Eles queriam que Moisés assumisse a Prefeitura para eles fazer o que deveria ser feito e depois Moisés responder na justiça.  Moisés também inteligentemente disse que não ia assumir. Fernando continuou sendo Prefeito e fizeram uma aliança para lançar a sobrinha como vice, por sinal uma profissional excelente, ex-secretária de saúde do município de Anguera,  Karine, excelente secretária. Eu sinto muito em dizer isso aqui em público, mas Karine na época foi exonerada pelo então prefeito da época que quer ela hoje como vice dele... Esse cidadão que você falou aí... Não tenho nada contra Fernando, mas ele falhou comigo, e eu quando dou minha palavra, eu cumpro. Nós fizemos um trato de que andaríamos juntos, eu e ele, e quem tivesse melhor posicionado nas pesquisas seria o pré-candidato a prefeito, em 2016. Ele de uma hora pra outra, durante uma noite, não me comunicou, nem a mim e nem ao grupo, que iria deixar a aliança que nós tínhamos formado para aceitar a proposta do então prefeito da época para ser o candidato dele. 


PRÉ-CANDIDATO A VEREADOR WILTON DE GUARIBAS

Esse aí é filho do atual vereador de Guaribas, o Milton Lobo, eleito em nosso grupo por diversas vezes. Wilton foi vice em minha chapa na campanha de 2016. Agora, de maneira estranha... Eu me reuni com eles, estava em jogo a presidência da Câmara de Anguera para decidir quem seria o presidente. Eu deixei de eleger como presidente da câmara o meu amigo Carlinhos de Benedito, vereador atuante, meu amigo pessoal desde 1986, começamos a vida política juntos, com o saudoso Waldir Pires, e deixamos de apoiar Carlinhos para Presidente da Câmara, tenho até um arrependimento em não ter eleito Carlinhos, e fizemos um pacto com os nossos vereadores, votando em Milton para Presidente da Câmara. E seu filho Wilton, que estava na reunião, não honrou nada daquilo que foi acordado. Disse que marcharia com nosso grupo até o final, e para nossa surpresa, de repente, ele está hoje na situação, deixou o nosso partido. Wilton hoje trabalha com o pai na Câmara, gerencia a Câmara de vereadores de Anguera. Ele não honrou os compromissos que foram acordados. Eu não sou vereador para escolher Presidente de Câmara, mas tenho amigos vereadores. Ele não cumpriu comigo.


VEREADOR FELIPE VIEIRA

Ah, esse aí é um velho conhecido. Felipe Vieira é até meu parente. Eu vou aqui só dar algumas explicações. Felipe teve a chance de dar continuidade no grupo, ele foi o vereador mais votado de Anguera com 734 votos dentro do nosso grupo. Por duas [três] vezes vereador pelo nosso grupo e o mais votado em 2016. Esse, toda a população de Anguera conhece a trajetória dele. Na campanha dele eu comecei observar que tinha coisa errada com nosso amigo Felipe. Ele plotou os carros, todos, e lá no cantinho, bem pequenininho colocou o nome José Augusto. Eu até perguntei a ele porque os carros estavam plotados só com a propaganda dele. Então eu comecei a desconfiar que ele já estava se projetando. Ele andou dizendo em Anguera, nas redes sociais que ele jamais seria candidato a vereador dessa vez. Só seria candidato a prefeito ou a vice. Também disse na Rádio Anguera FM que eu tinha expulsado ele do partido. Eu não vou chamar ele aqui de mentiroso porque é uma palavra muito feia, eu vou dizer que é menos verdade dela. Eu nunca expulsei ninguém de partido, eu pertencia ao PP e ele foi eleito pelo partido PTN com ajuda do Deputado Federal João Bacelar. Ele chegou a dizer que ninguém, o procurasse mais como vereador, que ele só sairia candidato a prefeito ou a vice e chegou a se lançar até como candidato a Deputado Estadual. Eu não sou dono de partido, sou apenas um membro de partido. Não sou presidente, não sou vice, não pertenço ao diretório. Sou apenas um membro. Hoje é ele pré-candidato a vereador com o ex-prefeito. Eu quero até dizer a ele aqui que eu tenho palavra. Em 1992 eu anunciei em cima do trio elétrico, quando o pai dele foi meu vice,  que Ary, seria meu candidato a Prefeito. Eu prometi isso a Ary e cumpri porque eu tenho palavra. Coronel até chegou a me dizer que como era que eu anunciava candidato 4 anos antes das eleições? Eu disse, Coronel eu tenho palavra, eu disse aqui e vou manter. Eu enfrentei todo o grupo político nosso, vereadores, lideranças, todos, mas mantive minha palavra, mantive ele candidato a prefeito e venceu as eleições com apenas 68 votos de frente. Logo após a posse, ele nos traiu, a palavra certa é traição. Quando acabou de assinar o ato de transição de posse, ele disse a mim: - você já era! O pai dele, Zé Vieira, falou: como é, rapaz? – Ele respondeu: - você também já era! Isso é público e notório em Anguera. Tornou-se meu inimigo logo após a posse. E o filho, Felipe, nós acolhemos depois, de repente inventou essa desculpa que eu expulsei. Eu jamais faria isso, ele usou esse álibi. Desde quando eu deixei o mandato em 31 de dezembro de 2008, que eu continuo na política até hoje, são 12 anos de trabalho, ele disse que eu teria que renunciar a candidatura, apoiar ele, e ele já tinha um vice que era Wilton. Ele se fez de vítima dizer que eu expulsei do partido... Eu me esqueci de relatar aqui, em 2012, estava ele e o irmão dele, numa hilux branca, na Avenida Getúlio Vargas, enfrente à Kairós, eles estavam comigo, com as mãos em cima do capuz do carro e eu ofereci a ele: - Felipe, você quer ser Prefeito de Anguera? Eu lhe lanço candidato, você é jovem. E eu vou para o sacrifício saindo candidato a vereador. Eu me elejo vereador sendo o mais votado, puxo uns 3 ou 4, e você coloca sua mãe ou seu irmão parta vereador, também se elege, e se você não obter êxito na sua candidatura, você terá um vereador da sua confiança e a gente faz a presidência da Câmara. Ele disse: - Ah, eu não quero, não tenho condição, o momento não é esse ainda. Agora, depois de 12 anos de luta, não seria certo eu renunciar a candidato em prol de alguém que nas pesquisas não aparecia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO! NÃO SERÃO PERMITIDOS E ACEITOS OS COMENTÁRIOS QUE VIEREM COM OFENSAS E XINGAMENTOS.

AO POSTAR O COMENTÁRIO ESCOLHA A OPÇÃO: Nome/URL e comente usando o seu nome.