TAXA DE INFECÇÃO PELA COVID-19 EM ANGUERA É A MAIOR DO PORTAL DO SERTÃO E SUPERA MÉDIA NA BAHIA


Entre os 17 municípios do território Portal do Sertão, Anguera possui a maior taxa de infecção pelo coronavírus. Com uma população de 11.221 habitantes, o município registrou até o dia de ontem (26/05) um total de 13 casos positivos da covid-19. Isto representa a existência de 1 caso a cada 863 pessoas.

Conforme o Boletim nº 63, divulgado no início da noite de ontem (terça-feira, 26/05) pela Secretaria Estadual de Saúde, o coeficiente de incidência em Anguera equivale a 1,158 pessoas a cada 1 mil habitantes, superando o índice de incidência na Bahia que é equivalente a 0,979 pessoas a cada 1 mil habitantes.

O primeiro teste positivo da doença em Anguera foi registrado no dia 09 de abril. O paciente, um homem de 44 anos de idade, “ainda está em isolamento domiciliar e necessitou realizar outros exames nos últimos dias”, conforme informou a Secretária de Saúde Thaiany Bispo em entrevista concedida ontem à Rádio Anguera FM.

OUTROS MUNICÍPIOS

A segunda maior taxa de infecção da doença, no Portal do Sertão, ocorre no município de Santa Bárbara, onde o coeficiente de incidência é de 0,817 casos confirmados a cada 1 mil habitantes.

Feira de Santana está em 3º lugar, com um coeficiente de infecção igual a 0,668 casos confirmados a cada 1 mil habitantes.

Dois municípios do Portal do Sertão não apresentam casos da doença: Tanquinho e Teodoro Sampaio.

COMPARAÇÕES REVELAM AVANÇO RÁPIDO EM ANGUERA

O atual coeficiente de incidência em Anguera (1,158) é 18% MAIOR que na Bahia (0,979). Até domingo passado, Anguera tinha taxa 4% menor que a Bahia.

O atual coeficiente de incidência em Anguera (1,158) é 73% MAIOR que em Feira de Santana (0,668). Até domingo passado, Anguera tinha taxa 39% maior que Feira de Santana.

SERRA PRETA E IPIRÁ

Mesmo integrando outra região territorial, os dados dos municípios de Serra Preta e Ipirá são importantes para a população anguerense devido a proximidade interligada pela Estrada do Feijão.

O vizinho município de Serra Preta, que tem uma população de 14.878, registrou até ontem (26/05) a ocorrência de dois (02) casos positivos. Significa 1 caso entre 7.439 habitantes. O coeficiente de incidência é de 0,134 pessoas a cada 1 mil habitantes. Em Serra Preta houve a ocorrência de um (01) óbito por covid-19.

Ipirá registra nove (09) casos testados positivos, representando 1 caso entre 6.621 habitantes. O coeficiente de incidência é de 0,151 pessoas a cada 1 mil habitantes.

MANHÃ DE QUARTA-FEIRA MOVIMENTADA NA PRAÇA ARTHUR VIEIRA



O centro da cidade de Anguera amanheceu com grande movimentação e aglomeração de pessoas nesta quarta-feira (27/05), mais especificamente na Praça Arthur Vieira.

Uma longa fila se formou para a Casa Lotérica, indo até as proximidades da Panificadora Brandão, no início da Rua Jacson do Amaury, por volta das 09 horas. Outra fila se alongou para o correspondente bancário do Bradesco.


O jardim da Praça Arthur Vieira contava com grande número de populares, parte das pessoas sentadas e outra parte em movimento. Também se percebeu movimentação de veículos.

Grande quantidade de pessoas usava máscara para proteção, no entanto, a distanciamento de 1 metro entre uma e outra pessoa não era cumprido, conforme observado.

DEPUTADO CLÁUDIO CAJADO DESTINA EMENDA EXTRA DE 250 MIL PARA O COMBATE AO CORONAVÍRUS EM ANGUERA



Para reforçar as ações de enfrentamento no combate ao coronavírus, em Anguera, o Deputado Federal Cláudio Cajado está destinando uma emenda extra, de sua autoria, no valor de R$ 250.000,00 (duzentos e cinquenta mil reais) para custeio de ações.

O recurso pode ser gasto, por exemplo, com aquisição de medicamentos, aquisição de equipamentos e utensílios que caracterizem custeio, folha de pagamento, entre diversas outras ações livres na área de saúde.

Segundo informação do parlamentar, a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Saúde deverá apresentar a proposta de trabalho ao Ministério da Saúde, constando as ações a serem desenvolvidas. Esse é o requisito para que haja a transferência do valor.

SOBE PARA 13 O NÚMERO DE INFECTADOS PELO COVID-19 EM ANGUERA


Mais DOIS CASOS POSITIVOS FORAM CONFIRMADOS, na tarde desta terça-feira (26/05) no município de Anguera. A informação consta no Boletim Epidemiológico nº 16, divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde. A cidade já conta com 13 CASOS NO TOTAL.

Em entrevista à Rádio Anguera FM, a Secretária de Saúde Thaiany Bispo informou que os novos casos, tratam-se de: UMA MULHER, 76 anos, que apresentou tosse, dor no corpo, falta de olfato e paladar e UM HOMEM, 44 anos, que apresentou febre, falta de olfato, paladar, dor de cabeça e dor no corpo.

Segundo informou a Secretária, todos os dois casos estão bem apesar de ainda estarem com sintomas, por isso ainda utilizam medicação.


INDICE DE INFECÇÃO ULTRAPASSA 1 PESSOA 
POR CADA 1 MIL HABITANTES

Agora com 13 casos confirmados, o índice de infecção em Anguera passa para 1 pessoa infectada para um grupo de 863 pessoas. Este dado leva em conta a população de 11.221 habitantes (Estimativa IBGE 2019).


Considerando um grupo de 1 mil habitantes, significa um índice de 1,16 pessoas infectadas.  Até domingo (24/05), quando haviam 10 casos confirmados, o índice era de 0,89.

CONFIRMADO O 11º CASO DE COVID-19 EM ANGUERA


Na manhã desta terça-feira (26/05) foi confirmado o 11º CASO POSITIVO DE COVID-19 no município de Anguera. A informação consta no Boletim Epidemiológico nº 15, divulgado no início da manhã pela Secretaria Municipal de Saúde.

Em entrevista à Rádio Anguera FM, a Secretária de Saúde Thaiany Bispo informou que este novo caso, trata-se de uma CRIANÇA com 1 ANO DE IDADE, e é considerado ASSINTOMÁTICO (que não apresentou e não apresenta sintomas).  “A coleta a partir do momento em que a criança obteve contato com um caso positivo”, disse.

Sobre o estado de saúde, a secretária informou que “esta criança se encontra bem e em isolamento domiciliar”.

ATUALIZAÇÃO SOBRE OS CASOS ANTERIORES

Em relação aos 10 casos anteriores, todos permanecem ativos. Porém, a secretária de Saúde Thaiany Bispo tranquilizou que “as pessoas estão bem, em isolamento domiciliar e não necessitaram de internamento”.

Sobre o 1º caso entre todos os registrados, cujo teste positivo foi confirmado no dia 09 de maio, tratando-se de um homem de 44 anos, a secretária disse que “ele ainda não está liberado, pois ele apresentou sintomas mesmo após os 14 dias em isolamento, e necessitou realizar outros exames”.

COMO ANDA O ISOLAMENTO SOCIAL EM ANGUERA?



Em entrevista concedida à Rádio Anguera Fm, na manhã desta terça-feira (26/05), a Secretária de Saúde Thaiany Bispo fez um balanço sobre a situação do isolamento social em Anguera. Ela avalia que “muitos moradores não estão respeitando as recomendações ao isolamento domiciliar e nem o distanciamento social”.

Perguntada sobre qual esta sendo a maior dificuldade em Anguera, a secretária relatou que “tem recebido inúmeras denuncias sobre bares abertos, aglomerações tanto em praças quanto em frente às residências, e pessoas que se reúnem para diversas comemorações, desrespeitando o isolamento”.

Durante a entrevista, a secretária disse ainda que irá levar ao Comitê de Combate ao Coronavírus, reclamações feitas por populares dando conta de “aglomerações em mercados, onde muitas pessoas estão entrando ao mesmo tempo, sem que haja providências de controle por parte de alguns proprietários”.

ANGUERA PRESTES A ATINGIR 100% DA VACINAÇÃO CONTRA A INFLUENZA



A Secretária Thaiany Bispo informou em entrevista que em relação à campanha nacional contra a gripe influenza, o município de Anguera está à frente de todos os outros da regional, em percentual de pessoas que buscaram a imunização, tendo atingindo 99,48% da demanda.

Thaiany Bispo avaliou que devido ao COVID-19, este ano “as pessoas estiveram mais atentas a esta vacinação”, e isso facilitou a ação da Secretaria de Saúde. Ela lembrou que foi organizada uma logística levando a vacina nas residências, até mesmo na zona rural.

INCIDÊNCIA DA COVID-19 EM ANGUERA: 4% MENOR QUE NA BAHIA E 39% MAIOR QUE EM FEIRA DE SANTANA



O Boletim Oficial divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia na noite do domingo, 24 de maio de 2020, informou que em todo o estado o coeficiente de incidência de casos confirmados da CAVID-19 é igual a 934,58/1.000.000.

Isso significa que na Bahia, em cada grupo de 1 milhão de habitantes, um total de 934,58 pessoas já foram infectadas.

Transformando a escala para um grupo de 1 mil habitantes, a taxa de incidência de casos, em todo o estado, equivale a 0,93 pessoas infectadas.

Esta transformação favorece a compreensão acerca da realidade no município de Anguera, que possui 11.221 habitantes, de acordo com a última estimava do IBGE datada do ano de 2019.

Confira na tabela abaixo alguns índices de incidência:



Comparando o índice de incidência em ANGUERA, com as demais abrangências apresentadas, conclui-se:

ANGUERA ocorrência de casos para 1 mil habitantes é 4% MENOR que na Bahia;

ANGUERA ocorrência de casos para 1 mil habitantes é 39% MAIOR que em Feira de Santana;

ANGUERA ocorrência de casos para 1 mil habitantes é 86% MAIOR que em Serra Preta;

ANGUERA ocorrência de casos para 1 mil habitantes é 89% MAIOR que em Ipírá.

INCIDÊNCIA DE CASOS DA COVID-19 EM ANGUERA SUPERA FEIRA DE SANTANA EM PROPORÇÃO À POPULAÇÃO



Considerando a nascente da Estrada do Feijão (Feira de Santana) e os três primeiros municípios atravessados (Anguera, Serra Preta e Ipirá), Anguera registra, no momento atual, o maior índice de incidência da covid-19, dividindo o número de casos confirmados pela população local, obtendo a razão proporcional.

Os dados foram calculados dividindo o número de habitantes pelo número de casos confirmados pela Secretaria de Saúde de cada município, até ontem a noite (domingo, 24/05/2020).

A estatística, contabilizada pelo BLOG Anguera Online, considerou o número de habitantes dos municípios com base na última estimativa divulgada pelo IBGE, tendo como referência o ano de 2019.

Os cálculos apresentaram os seguintes resultados:




HOMEM MORRE EM ACIDENTE NA ESTRADA DO FEIJÃO



No final da manhã desta segunda-feira (25) um trágico acidente na Estrada do Feijão (BA-052) deixou uma vítima fatal e mais três feridos. Um veículo da loja de móveis Colorado, no distrito de Bravo, bateu no fundo de uma caminhonete Hilux (placa policial PJC-0269)  no trecho entre a Fazenda Soraia e o contorno de Serra Preta. As vítimas foram socorridas pelo serviço de emergência municipal e encaminhados para o Hospital Santo Antônio.


A vítima fatal foi o homem que dirigia o carro da empresa Colorado, conhecido por Antônio Mário. Segundo pessoas que estiveram no local, ao colidir, o carro que Antônio Mario dirigia saiu da pista e caiu em uma lagoa que fica às margens da estrada. Ele foi retirado do local, mas já estava sem vida. Nesse trecho da estrada existem alguns buracos, que podem ter causado o acidente.

Fonte e foto: Serra Preta Noticias

DUAS CRIANÇAS ENTRE OS NOVOS CASOS DE COVID-19 EM ANGUERA



A Secretaria Municipal de Saúde confirmou na tarde deste domingo (24-05), através do Boletim Epidemiológico nº 14, MAIS 04 CASOS DE COVID-19, totalizando EM ANGUERA 10 CASOS.
  
Os novos casos tratam-se de:  uma Mulher de 37 anos, um Homem de 24 anos e duas crianças, com 5 anos cada uma.

Segundo informações apuradas até o fechamento da matéria, todos os novos infectados estão bem.



MANUTENÇÃO PROGRAMADA INTERROMPE ABASTECIMENTO DE ÁGUA EM ANGUERA



A Embasa informa que, para possibilitar a realização de melhorias na Estação Elevatória de Água Tratada de Cavunge (EEAT), o fornecimento de água será interrompido nos municípios de Ipecaetá, Serra Preta e Anguera, além dos distritos de Jaguara e Bonfim de Feira, em Feira de Santana, nesta sexta-feira (22), a partir das 8h da manhã.

Durante a interrupção serão realizadas diversas intervenções, visando garantir um funcionamento mais eficiente da estação. A conclusão dos trabalhos está prevista para as 14h do mesmo dia (22), quando o abastecimento será retomado gradativamente, com completa normalização em até 24 horas.

A Embasa recomenda o uso racional da água armazenada nos reservatórios domiciliares. Imóveis que contam com reservação adequada para atender as necessidades diárias de consumo de seus moradores não devem ser afetados com a interrupção temporária no abastecimento.

FONTE: Acorda Cidade

CRESCE O NÚMERO DE COVID-19 EM ANGUERA


A Secretaria Municipal de Saúde divulgou na manhã desta quarta-feira (20-05) o Boletim Epidemiológico nº 12, e nele consta MAIS DOIS CASOS DE COVID-19, totalizando 06 CASOS NO MUNICÍPIO.

Trata-se de: um HOMEM, DE 32 ANOS, que apresentou os seguintes sintomas: dor no corpo, coriza, perda de paladar e olfato e congestão nasal. O paciente encontra-se bem e não faz uso de medicação, sendo monitorado pela equipe da saúde.

O outro caso trata-se de uma MULHER, 24 ANOS, que apresentou os seguintes sintomas: dor no corpo, febre, coriza, perda de paladar e dor de cabeça e encontra-se bem e sem utilização de medicação, sendo também monitorado pela equipe da saúde.

A Secretária de Saúde Thaiany Bispo informou que os familiares destes dois novos casos, assim como os demais estão sendo monitorados pela equipe da Secretaria de Saúde.

Thaiany ainda informou que 8 resultados ainda estão sendo aguardados e que ao saírem a Secretaria de Saúde divulgará um novo Boletim.


SITUAÇÃO DOS 04 CASOS ANTERIORES

A Secretária de Saúde Thaiany Bispo atualizou as informações sobre os 4 casos anteriores.

A mesma informou que todos os pacientes encontra-se bem, sendo monitorados pela equipe da Saúde, sem sintomas atualmente e em isolamento domiciliar.


ANGUERA CONFIRMA O 4º CASO DE COVID-19



A Secretaria Municipal de Saúde confirmou na tarde desta segunda-feira (18-05), através do Boletim Epidemiológico nº 11, MAIS UM CASO DE COVID-19, totalizando em Anguera 04 casos.

Trata-se de um HOMEM, de 50 anos, diabético e hipertenso, que recebeu o diagnostico após realizar o teste e apresentar os sintomas de dor no corpo, corisa e tosse.

O paciente encontra-se bem e em sua residência. As demais pessoas da residência encontram-se em isolamento e também serão monitoradas pelo serviço de saúde.

Confira abaixo outras informações do Boletim nº 11.




SITUAÇÃO DOS OUTROS CASOS CONFIRMADOS


A Secretária de Saúde Thaiany Bispo informou a população anguerese que os outros casos anteriormente confirmados, estão da seguinte forma:

Homem de 44 anos: encontra-se sem sintomas e já não faz mais uso de medicação, porém ainda está em isolamento.

Mulheres de 37 e 17 anos: estão bem, em uso de medicação para os sintomas e encontram-se isoladas.

ANGUERA CONFIRMA MAIS 02 CASOS DE COVID 19


A Secretaria Municipal de Saúde divulgou na noite dessa quinta-feira (14-05) o Boletim Epidemiológico nº 10, e nele contem a informação de que mais 02 CASOS FORAM CONFIRMADOS COM O COVID-19, totalizando 03 CASOS ATIVOS no Município e 13 casos ainda aguardando o resultado.

Em entrevista exclusiva concedida a Rádio Anguera FM, a Secretária de Saúde Thaiany Bispo informou que os dois novos casos TRATAM-SE DE DUAS MULHERES, de 37 e 17 anos.

Perguntada sobre a possibilidade destes novos casos terem ligação com familiares do 1º paciente (leia aqui),  a Secretária informou que esses dados são sigilosos e fazem parte apenas de posse da Equipe da Vigilância Epidemiológica. Thaiany informou também que algumas pessoas que tiveram contato com o 1º paciente já tiveram resultado recebido e foram descartados. Sobre serem casos de contaminação comunitária, a Secretária informou que muitos dos casos que estão sendo monitorados, foram de pessoas que fizeram e fazem o trajeto Feira de Santana x Anguera, ou Salvador x Anguera, ou seja, se forem confirmados, serão casos importados.

A Secretária de Saúde informou também que está com equipe de agentes fiscalizadores nas ruas, e que o apoio da população é importante, cumprindo os decretos e as recomendações, utilizando as mascaras e mantendo o isolamento social.

AÇÃO DE DETETIZAÇÃO EM AREIA E GUARIBAS


A Secretaria de Saúde realizou hoje uma ação de desinfecção nos povoados de Areia e de Guaribas. Trata-se de mais uma ação contra o coronavírus, iniciada nos povoados.



No sábado, a Sede do Município também receberá a desinfecção, sendo realizada no centro de abastecimento logo após a Feira Livre e em demais locais da cidade.

COVID-19 - ANGUERA ENTRA NA LISTA DE MUNICÍPIOS SEM TRANSPORTE INTERMUNICIPAL


A relação com cidades que ficam sem transporte intermunicipal na Bahia já chega a 30% do número de municípios do estado, que é 417. Nesta terça-feira (12), entraram mais 19 cidades, em um total de 128. De acordo com o decreto, a suspensão do serviço nas 19 localidades passa a valer a partir desta quarta-feira (13). Para sair, o limite vai até a primeira hora do dia. Para chegar, a tolerância é até as 9h. A suspensão é uma das medidas de contenção do novo coronavírus no estado.

A medida vigora nas cidades de Amargosa, no Vale do Jiquiriçá; Anguera, Irará e Santo Estêvão, no Portal do Sertão; Barrocas, na região sisaleira; Cachoeira e São Félix, no Recôncavo; Capela do Alto Alegre, na Bacia do Jacuípe; Capim Grosso e Umburanas, no Piemonte da Diamantina; Dom Basílio, Manoel Vitorino e Potiraguá; no sudoeste; Irecê e Presidente Dutra ,no centro norte; Itapicuru, no agreste; Itapitanga, no sul; Luís Eduardo Magalhães, no extremo oeste e Presidente Tancredo Neves, no Baixo Sul.

Entende-se por transporte intermunicipal os veículos coletivo público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. 

RETORNO DE SERVIÇO

No mesmo decreto, o governador Rui Costa liberou o retorno do transporte intermunicipal nas cidades de Amélia Rodrigues, no Portal do Sertão; Barro Preto e e São José da Vitória, no sul, Catu, no agreste; Ibotirama, no oeste; Itamari, no sudoeste; Mucugê, na Chapada e Santaluz, na região sisaleira.

A justificativa é que nessas cidades não ocorreu nenhum caso confirmado de novo coronavírus no tempo mínimo de 14 dias.

Fonte:BN Noricias

ANGUERA CONFIRMA 1º CASO DE COVID-19



A cidade de Anguera, confirmou na noite desse sábado (09-05) o 1º caso de COVID-19. Trata-se de um anguerense, do sexo masculino, com idade de 44 anos, e que faz um trajeto Anguera x Feira de Santana diariamente a trabalho.

O paciente foi atendido no serviço de saúde de Anguera e realizou a coleta na ultima quarta-feira (06-05), sendo o material encaminhado imediatamente para o LACEN.

O exame foi realizado após o paciente apresentar os seguintes sintomas: febre, tosse, dor de garganta, diarreia, dor no corpo e dor de cabeça.

A Secretária de Saúde Thaiany Bispo, em plantão realizado pela Anguera-FM, na noite de sábado, informou que o paciente encontra-se bem, sendo monitorado pela equipe da saúde. Ainda segundo a Secretária, o paciente apresenta o grau “leve” de Covid-19, não apresentando falta de ar.

A partir de agora, os familiares passarão por monitoramento e serão feitos os procedimentos de coleta para exames.  As pessoas que tiveram contato com o paciente também estão sendo monitoradas.

MEDIDAS MAIS RIGOROSAS

A Secretária informou a população anguerense, que a partir de agora, as medidas serão mais rigorosas, mas que também depende muito da população, em cumprir os decretos e seguir as recomendações.




O MORRO CHOROU



Vadinho, nasceu em Jaguara distrito de Feira de Santana. Todos nós, seus irmãos, nascemos naquele Distrito. Pouco tempo depois nosso pai comprou uma fazenda em Anguera e para lá nos mudamos. A fazenda, batizada como São Braz foi na verdade um recomeço para a família. Alí é a sede eterna de todas as nossas recordações e princípios.  

Na propriedade familiar a nossa casa ficava ao Pé do Morro. Toda a nossa infância girava em torno desse lugar fonte de tantas histórias e estórias... Ali ouvia-se especialmente o grito de Vadinho ecoar no Morro. Havia sim essa identidade folclórica... 

Mas como a vida é um processo natural da evolução humana, crescemos e cada um foi gradativamente tomando seu lugar na vida...  

Vadinho, o moleque do badogue e brigão incorrigível, transcendeu o horizonte natal e foi conhecer outros ares, distantes do morro e de sua Anguera. 

Um desses lugares, consequência de suas andanças, foi o Paraná, Estado no qual residiu durante seis anos, aproximadamente. No Paraná estudou e ingressou na Aeronáutica. Precisava crescer para "ser alguém". Isto era uma meta a ser alcançada e para isso havia se projetado nas estradas desse contexto de tantas dificuldades...

Mas a saudade é uma espécie de elástico que arrastamos conosco, e uma ponta desse ficou presa sob o pé do Morro... Seu destino estava marcado e cravado em Anguera. E voltou... Voltou para a sua Anguera. Afinal, o seu porto seguro, ali fôra formado para a vida. Nada lhe foi fácil depois, mas coragem para o labor jamais faltara-lhe, e cá estava ele, depois de anos de saudades.

Foi assim que depois desses longos anos de ausência Vadinho foi para a sua querida fazenda Santa Rosa (extensão da São Braz), onde fincou a bandeira do seu destino e constituiu sua família, construindo o castelo dos seus sonhos para honrar e dar estabilidade ao guerreiro e aos seus entes amados. Esposa adorada e filhos carinhosos, Martinha, Netinho e Bel, eram especialmente os amores da sua vida. 

Mas essa mesma vida segue o Tempo, e este não faz acordo com ninguém, ele simplesmente segue seu curso e não nos permite nenhuma pausa.  

O Tempo e a Vida são agentes da Natureza, e esta não aceita as indisciplinas e teimosias humanas. 
Diríamos que entre os poucos defeitos de Vadinho, houve aquele que o levou de nós estupidamente por não ter ouvido a voz dos que lhe amavam e o conselho da natureza criadora através das reações. Foi de uma letalidade impressionante, tanto quanto violenta a ação do maldito cigarro.

Ele amava tanto a sua família, amigos e a própria vida, que fica difícil aceitar que um simples ato de acender um cigarro e colocá-lo na boca o tivesse tirado de nós... 

Agora, que fazemos dessa vida sem você, Vadinho? Como poder escutar a música "Cidadão" que lhe emocionava e tinha tanta identidade com a sua trajetória de vida? 

Só para fazer um trocadilho em sua homenagem e aliviar a nossa saudade: "Tá vendo aquele Morro, moço? Eu também trabalhei lá”.

Como irmos às vaquejadas que te transformavam numa criança cheia de felicidade sem mais ter a certeza de ouvir o seu grito e receber o teu abraço?  

Dia triste, frio e opaco. Na tua despedida, mano, vimos o Morro à pouca distância colocar uma venda de neve cinza meio escurecida sobre os olhos para não ver a tua partida... 

A inconfundível voz do nosso Vadinho calou-se para sempre e o morro perdeu o eco. O seu grito foi reduzido à saudade. O Morro está mudo, tristonho e solitário porque perdeu sua referência e seu maior e mais presente amigo.  

A cidade do seu coração, Anguera, não pôde nem lhe abraçar para despedir-se dignamente do seu filho. Assim, impedida por uma pandemia que assombra o nosso planeta, disse-lhe adeus à distância... 

Seu jeito rude traduzia um amor imensurável a todos, e esse amor lhe era da mesma forma retribuído. Vadinho era rude na casca e suave na alma... E desse modo tosco, no seu jeito de espalhar amor, era como todos nós gostávamos de vê-lo, e o amávamos... intensamente...

Foi-se um pedaço da nossa família e um pouco da velha Anguera... resta-nos dentro dessa tristeza o consolo de saber que ele fez sua viagem tranquila acompanhado pelo amor dos filhos e de sua amada esposa.

É verdade, perdemos um irmão, um pai insubstituível, um esposo amante e dedicado, um verdadeiro amigo... mas o Céu de Anguera ganhou mais uma estrela. O que para nós é saudade para o céu é alegria. Olhar para o Céu estrelado de Anguera, agora terá mais um significado para a palavra saudade.

Seu mano Valnei
04/05/2020